www.bvnewsms.com.br

Réu por estuprar 4 crianças, pedreiro terá de indenizar vítima em R$ 2 mil

Réu por estuprar quatro crianças e condenado pelos abusos praticados contra uma delas, a enteada de 5 anos, servente de pedreiro de 31 anos terá de indenizar a garotinha em R$ 2 mil. Ele ainda responde judicialmente pelos outros três crimes, que aconteceram em Três Lagoas e vieram à tona em setembro de 2020, um mês depois que os meninos e meninas foram levados para abrigo.

Por Anahi Zurutuza – CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Consta no processo, que o homem é casado com a mãe das crianças há cinco anos e que as vítimas revelaram serem vítimas de violência sexual durante acompanhamento psicológico.

Segundo relato de um dos pequenos, em diversas ocasiões, durante a noite, o homem passava de cama em cama “machucando” as vítimas. A criança disse que “doía muito”. Foi constatado ainda que durante o banho, o servente passava a mão nos genitais dos filhos, uma menina de 3 e um menino de 4 anos, e dos enteados, uma garotinha de 5 e um garoto de 10 anos.

A menina de 5 anos chegou a ter o hímen (mucosa que fecha parcialmente o orifício externo da vagina) parcialmente rompido.

Condenado a 14 anos de prisão e o pagamento de indenização de R$ 50 mil pelos crimes praticados contra a enteada, o homem recorreu da sentença. Conforme publicação no Diário Oficial da Justiça, o TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) manteve a pena restritiva de liberdade, mas em virtude do réu ser pessoa sem emprego fixo e com poucos recursos financeiros, decidiu baixar o valor da indenização para R$ 2 mil.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com