Na pandemia, casal abandona rede social e se comunica através de carta

Em tempos de pandemia, Ana e Luis abandonam as redes sociais para embarcarem numa história de amor através de cartas. Eles são protagonistas da websérie “Cartas para o fim de um mundo”, que estreia hoje, às 20h, pela plataforma Vimeo. A trama é uma mistura do antigo com moderno, e a paixão promete te envolver na dramaturgia.

Por Alana Portela – CAMPO GRANDE NEWS

A série é inspirada numa carta escrita em 1974, de Luis para Nildes Tristão Prieto, antigos namorados, e nunca foi respondida. Em meio aos papéis de casa, a filha e atriz Lígia Prieto encontrou a correspondência e decidiu reviver o passado.

“Estava montando o espetáculo on-line ‘Saudade que dá’ do Grupo Casa, quando peguei umas cartas antigas da minha mãe. Resolvi escrever nas redes sociais, assinando Ana”, lembra.

Uma das cartas revela que o casal está passando por uma crise conjugal. (Foto: Camila Curty/Pablo Cortez)

A partir da primeira publicação, o dramaturgo do Rio de Janeiro, Herton Gustavo Gratto resolveu dar continuidade à conversa. “Me respondeu como se fosse o Luis. Começamos a fazer a troca das cartas, eu sendo a Ana e ele o Luis”.

A conversa fluiu e depois de dez trocas de cartas, os atores cariocas Camila Curty e Pablo Cortez pediram para montar a websérie “Cartas para o fim de um mundo” mostrando a história dos protagonistas.

“A Camila interpreta a Ana, e Pablo o Luis. O casal está distante um do outro nessa pandemia. Eles resolvem se falar por cartas e não pelas redes sociais. Vão vivendo essa história de amor, com cartas para o fim de um mundo, fazendo essa conexão”, explica Lígia.

A parceria deu certo e tanto Lígia quanto Herton aceitaram dar continuidade a história.  No entanto, apesar das trocas, ainda não se sabe ao certo a quantidade de capítulos que a série vai ter.

Pablo Cortez no papel de Luis, lendo uma carta sentado fora de casa, com um copo de café. (Foto: Pablo Cortez)
As gravações logo começaram com elenco e direção de Camila e Pablo. “Já que eles estão sozinhos em casa, acabam fazendo tudo. É uma equipe reduzida, com cinco pessoas no projeto”, diz Lígia. O projeto conta com edição de imagem e som de Thiago Klojda.

Por meio dos capítulos, o público vai descobrir que Ana e Luis atravessam uma crise conjugal e, avessos à tecnologia, voltam no tempo com as cartas. O projeto ganhou o perfil no Instagram @cartasparaofim, onde são compartilhadas imagens dos intérpretes da história.