‘TJMS suspende manifestações em Campo Grande’ diz Marquinhos

Segundo o Prefeito da capital, liminar foi proferida na tarde desta terça-feira (31)

O prefeito de Campo Grande Marquinho Trad anunciou na tarde desta terça-feira a Prefeitura Municipal conseguiu liminar que que impede manifestações na capital. Conforme o prefeito, serão proibidos carreatas, passeatas ou buzinaços. A medida é uma das adotadas pela pelo Executivo Municipal para conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Durante a transmissão ao vivo pelo Facebook o prefeito falou que a decisão foi proferida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A decisão será válida até que o Ministério da Saúde reconheça que não exista transmissão comunitária da Covid-19.

“Tivemos infelizmente a primeira morte registrada em nosso estado, isso demonstra que não dá para brincarmos com a doença. As manifestações são legítimas, mas no momento de pandemia ela pode colocar em risco a vida dos manifestantes, bem como de outras pessoas. Devemos ter responsabilidade até para reclamarmos de alguma de alguma ação do Poder Público”, explicou.

Além disso, o prefeito expôs que na decisão o desembargador estipulou que o os organizadores podem ser intimados. “Os líderes responderão através de meios policiais casos persistam com esses atos. Essa medida, não sufoca a democracia, pois coloca em risco eles próprios e, por esse motivo, reconheceu a ilegalidades desses atos”, finalizou.

Marquinhos também criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro. “Apenas dois líderes mundiais estão contra todos os outros. Apenas o nosso presidente e o presidente da Bielorrússia. Ou seja, não devemos seguir o bom senso nos espelhar nas autoridades mundiais e nacionais de saúde”, ressaltou.

Fonte: jd1noticias.com