Presos usam fios elétricos e plástico para matarem colega de cela em presídio da Agepen

Foi assassinado no IPCG (Instituto Penal de Campo Grande) Sebastião Francisco da Paixão, de 69 anos. O crime foi descoberto na manhã de terça-feira (23), por volta das 8 horas, e três detentos de 65, 31 e 34 anos foram identificados como autores.

Conforme o registro feito na 3ª Delegacia de Polícia Civil, equipe recebeu ligação do IPCG, que é um Presídio de Segurança Média, sobre o óbito. A morte foi constatada por equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e, no presídio, foi identificado que o detento foi assassinado.

Segundo a Perícia, Sebastião tinha marcas de violência nos pulsos, boca, pescoço e tornozelos. Foi identificado ainda que ele teria sido enforcado com fios elétricos e também fios artesanais, feitos com plástico. Sebastião era estelionatário, crime pelo qual tinha passagens há pelo menos 20 anos.

Os internos identificados como autores foram levados para a delegacia e responderão agora pelo homicídio qualificado por motivo fútil. A motivação do crime não foi informada.