www.bvnewsms.com.br

PMA autua infratores em R$ 26 mil por furto de madeira e uso de motosserra ilegal em área protegida de fazenda alheia

PMA autua infratores em R$ 26 mil por furto de madeira e uso de motosserra ilegal em área protegida de fazenda alheia

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Aquidauana realizaram fiscalização ambiental no município de Anastácio e autuaram ontem (3), dois indivíduos por furto e extração irregular de madeira e por uso de uma motosserra ilegal.

Os infratores (19) e (26), residentes em Nioaque, derrubaram 52 árvores da espécie aroeira na reserva legal (área protegida) de uma fazenda, pertencente a uma pecuarista, que fez à denúncia do furto e do crime ambiental à PMA. Eles utilizavam como transporte dos troncos, duas motocicletas que estavam no local da infração, quando os denunciados foram detidos na mata.

No local, também foram encontrados dois machados, vários galhos e postes, provenientes das árvores derrubadas. Além de não possuir autorização para a exploração da madeira e estarem furtando o material em propriedade alheia, a motosserra que utilizavam não possuía a Licença de Porte e Uso (LPU), que é a licença ambiental para transporte e utilização deste tipo de motosserra, o que se caracteriza crime.

As duas motocicletas, a motosserra, dois machados e a madeira que ainda se encontrava no local foram apreendidos. Os infratores foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Anastácio. Eles responderão por crime ambiental de uso de motosserra sem documento ambiental, com pena prevista de três meses a um ano de detenção e por exploração ilegal de madeira, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção. Além disso, responderão por furto, com pena prevista de um a quatro anos de detenção.

Os criminosos também foram autuados administrativamente e multados em R$ 13.000,00 cada um, perfazendo um total de R$ 26.000,00.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL– PMMS

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com