Pipa cai em quintal e bebê de 1 ano e 8 meses corta braço em linha chilena

As inúmeras denúncias, fiscalizações e acidentes causados pelo uso de linhas chilenas em pipas não tem intimidado alguns moradores. Sem temer pelo risco que as linhas cortantes trazem, muitos jovens insistem em usar o material durante o lazer.

 – Midia Max

Desta vez, um bebê de 1 ano e 8 meses acabou se cortando em uma linha chilena após uma pipa cair no quintal de casa. De acordo com a mãe da criança, no bairro Ramez Tebet a prática é comum e, além de usarem o material proibido, os jovens sobem nos muros das casas vizinhas para pegar as pipas que caem do ar.

Segundo a moradora, o bebê apenas encostou na linha, mas foi o suficiente para cortar a pele. “Aconteceu ontem [sexta-feira, 15], mas nesse momento tem um monte aqui na rua [atrás de pipa]”, disse ao Midiamax.

Vale lembrar que na semana passada a Guarda Municipal recebeu cerca de 194 denúncias de uso de pipas com linha chilenadurante o isolamento social. Além de recolher o material, a equipe orientou os moradores a retornar para casa para evitar aglomeração e evitar transmissão de coronavírus.

Conforme o balanço, as denúncias recebidas através do 153, registrou 194 ligações. As equipes orientaram sobre o uso proibido de cerol e a linha chilena e recolheu o material. Além disso, durante a operação também foram registradas solicitações de rondas e crimes de som alto.