Após montagem e ofensa na rede social, vereador Mortadela procura polícia para registrar boletim de ocorrência

O vereador Rubens Mortadela (PODEMOS) registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Bela Vista, após uma montagem com uma foto sua circular na internet.

De acordo com o vereador, alguém fez uma montagem com uma imagem sua e soltou nos grupos de WhatsApp, dizendo que ele estava dormindo em meio a sessão ordinária do dia 24/08.

“Sou muito tranquilo em relação as brincadeiras, mas tudo tem limite. Vi uma postagem de um cidadão me difamando e me ofendendo sem motivo algum. Cada um deve responder pelos seus atos, ninguém tem o direito de difamar e ofender alguém. Sou muito correto no meu mandato, e desde que fui eleito, nunca faltei uma sessão, muito menos levei na brincadeira um trabalho tão sério que é legislar e trabalhar pela população“, disse Mortadela.

No boletim de ocorrência, Rubens relata que um rapaz usou das seguintes palavras para se referir a montagem divulgada no grupo de WhatsApp: “Esse sim é um bosta…a pessoa que se vende que você acha… esse e tal podre”.

O homem deve ser chamado nos próximos dias e poderá responder criminalmente pelo comentário ofensivo que fez na rede social.

Difamação no WhatsApp

Difamar alguém em um grupo de WhatsApp causa dano moral por gerar repercussão na esfera íntima do ofendido em um meio com grande visibilidade entre amigos, familiares e participantes.

A responsabilidade de quem enviou a mensagem existe em qualquer situação, mesmo que o ofendido não esteja no grupo, bastando que tenha tomado conhecimento da ofensa.

As penalidades podem ser financeiras, como o pagamento de indenização, ou até prisão, quando adotadas práticas de condutas tipificadas como crime que tenham essa punição prevista.