‘Vou ligar para minha mãe’: Motorista é presa após causar confusão em blitz

Uma mulher de 32 anos foi parar na delegacia depois de uma verdadeira confusão ao ser parada em uma blitz na avenida Manoel da Costa Lima, em Campo Grande. A motorista foi abordada por volta de uma hora da madrugada desta segunda-feira (26) e desobedeceu os policiais.

 – Midia Max

Conforme informações do Boletim de Ocorrência, durante a abordagem da blitz, a motorista estava sem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e ainda se recusou a fazer o teste do bafômetro. Os policiais disseram que ela tinha o direito de recusar, mas que então ela teria que providenciar outra pessoa para dirigir o carro.

A partir de então, a mulher começou a dizer que não sairia do carro e que iria chamar a mãe, que seria policial. Depois de se recusar a entregar as chaves do carro a alguém, os policiais deram voz de prisão à motorista por desobediência.

Mesmo assim ela continuou alterada, quando os policiais usaram de força para retirá-la do carro. Ela se debatia, resistindo à prisão e dizia que iria ligar para a mãe. Consta no boletim de ocorrência que a motorista tinha sinais de embriaguez, como o cheiro de álcool, olhos vermelhos e fala alterada. Entretanto, ao chegar na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, o teste do bafômetro resultou em 0 mg/l.