Suspeito de assassinar policial campo-grandense de férias morre em troca de tiros

314

 

Após denúncias anônimas, policias do Bope (Batalhão de Operações Especiais) chegaram ao esconderijo dos suspeitos de terem participado da morte da policial militar e campo-grandense Caroline Pletsch, de 32 anos, durante assalto a uma pizzaria, no conjunto Parque das Dunas, na Zona Norte do Rio Grande do Norte, em 26 de março.

Maisse Cunha – Midia Max

Durante a ação, um dos suspeitos atirou contra os policiais e, em breve troca de tiros, acabou não resistindo aos ferimentos. Outro suspeito foi detido e conduzido à delegacia para prestar depoimento.

Caroline nasceu em Campo Grande (MS), mas morava em Chapecó desde criança. Ela estava de férias na cidade com o marido, o sargento da PM Marcos Paulo da Cruz, de 43 anos. Ambos foram baleados.

De acordo com o G1, os suspeitos chegaram em um carro e pararam o veículo próximo da pizzaria. Depois de levar o dinheiro do caixa, os criminosos começaram a abordar os clientes. Uma briga teve início após um dos bandidos perceber que o policial estava armado.

Depois de atirar no casal, os criminosos levaram a arma do policial. Baleado, o casal foi levado ao hospital Santa Marina, mas Caroline acabou falecendo.

Facebook Comentarios