Imagem Ilustrativa

O fato teria acontecido no bairro Serradinho

Durante a noite deste sábado  (13) nossa redação foi acionada por uma mulher o qual não quis se identificar, mas que nos contou uma história muito inusitada. 

Moradora do bairro Serradinho há anos, a mulher contou que por conta da escuridão na sua residência, que fica em uma chácara naquela comunidade, resolveu seguir com seu filho de 14 anos para o bairro Erva Mate, quando em um determinado ponto, já próximo do seu destino, viu nitidamente um animal peludo com grandes patas, mas com aparência de um homem. Assustada, a mulher tentou voltar para a chácara, mas percebeu que aquilo que parecia um animal, poderia ser na verdade um lobisomem. Ao ver a luz da moto, o suposto lobisomem teria corrido como um cachorro e entrado no meio do mato. 

Ao voltar para casa, a mulher contou para o seu marido sobre o fato, que imediatamente foi até o local, mas nada encontrou. 

“Posso estar muito enganada, pois só ouvi falar desse bicho na internet, mas confesso que fiquei em choque. Foi algo que vi e na hora lembrei das imagens que assistia na TV quando falavam dessas aparições. Meu filho acha que foi apenas um cachorro grande, de alguma raça diferente, mas eu continuo acreditando que foi um animal diferente de qualquer outro”, comentou a mulher ainda assustada. 

Cuidados

Em casos como estes, mesmo que pareça uma história fantasiosa ou algo surreal, é importante que a vítima entre em contato com a polícia militar ou até mesmo evite sair de casa este horário, ainda mais se tratando de uma noite em que a cidade inteira ficou sem energia elétrica. 

Lobisomem

Imagem Ilustrativa

O lobisomem é um dos mais populares monstros fictícios do mundo. Suas origens se encontram na mitologia grega, porém sua história se desenvolveu na Europa. A lenda do lobisomem é muito conhecida no folclore brasileiro, sendo que algumas pessoas, especialmente aquelas mais velhas e que moram nas regiões rurais, de fato creem na existência do monstro.

A figura do lobisomem é de um monstro que mistura formas humanas e de lobo. Segunda a lenda, quando uma mulher tem 7 filhas e, depois, um homem, esse último filho será um Lobisomem.

Quando nasce, a criança é pálida, magra e possui as orelhas um pouco compridas. As formas de lobisomem aparecem a partir dos 13 anos de idade. Na primeira noite de terça ou sexta-feira após seu 13º aniversário, o garoto sai à noite e no silêncio da noite se transforma pela primeira vez em lobisomem e uiva para a Lua, semelhante a um lobo.

Após a primeira transformação, em todas as noites de terça ou sexta-feira, o homem se transforma em lobisomem e passa a visitar 7 partes da região, 7 pátios de igreja, 7 vilas e 7 encruzilhadas. Por onde ele passa, açoita os cachorros e desliga todas as luzes que vê, além de uivar de forma aterrorizante.

Quando está quase amanhecendo, o lobisomem volta a ser homem. Segundo o folclore, para findar a situação de lobisomem é necessário que alguém bata bem forte em sua cabeça. Algumas versões da história dizem que os monstros têm preferência por bebês não batizados, fazendo com que as famílias batizem suas crianças o mais rápido possível.

(Brasil Escola) 

Facebook Comments