A mulher que teve 45% do corpo queimado pelo marido de 37 anos, que teve a prisão preventiva decretada pela Justiça continua internada em coma, na Santa Casa de Campo Grande. O crime acontecei no dia 21 de maio.

 – Midia Max

Segundo a assessoria de comunicação do hospital, a vítima está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa, sedada e entubada. Ela teve queimaduras no rosto, abdômen e tronco de 2º grau. O estado de saúde da mulher é considerado grave.

O marido, no dia do crime foi ouvido pela polícia e relatou que os dois estavam bebendo pingaquando ele resolveu acender o fogo, com etanol, para fazer comida e as chamas se espalharam atingindo os dois.

Mas, uma testemunha teria dito a polícia que antes do incêndio ouviu gritos de socorro da mulher e discussão entre os dois, em seguida o fogo. A polícia, então, concluiu que na realidade o homem tentou matar a esposa queimada devido aso relatos de testemunhas e a desproporcionalidade das queimaduras dele e de sua mulher, sendo que ele estava próximo ao fogão e não ela. Ele teve a prisão preventiva decretada.

Facebook Comments