Juiz determina e material de campanha com Lula como candidato é apreendido em MS

105

Materiais de campanha eleitoral que mostravam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como candidato à Presidência foram apreendidos nesta sexta-feira (28) em Mundo Novo, cidade distante 467 quilômetros da Capital. De acordo com o MPE (Ministério Público Eleitoral), a apreensão foi determinada pelo juiz eleitoral.

 – Midia Max

Segundo o MP, foi denunciado ao órgão que os candidatos Alisson Thiesen Biazussi (PT), Vander Loubet (PT), Zeca do PT, Mario Fonseca (PCdoB) e Humberto Amaducci (PT) estariam fazendo propaganda irregular na cidade.

Os materiais usados durante a campanha, conforme a denúncia, continuam a imagem do ex-presidente, que está detido e teve candidatura barrada pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Diante da situação, o caso foi encaminhado ao juiz eleitoral Guilherme Henrique Berto de Almada que determinou a apreensão do material de campanha. Ao todo, foram apreendidos seis pacotes de papel craft contendo materiais impressos e santinhos; quatro caixas contendo materiais e santinhos; quatro banners e uma placa em material plástico.

O MP também afirma que o mesmo material também foi distribuído nas cidades de Sete Quedas e Tacuru. Para evitar a propaganda irregular, o juiz determinou que os comitês da coligação encabeçada pelo PT retirem de circulação o material.

Facebook Comentarios