O idoso Luiz Antônio da Silva, 74 anos, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) após ter o carro incendiado, em frente a sua residência no bairro Vila Aimore, na madrugada de quarta-feira (7), afirmando que a autora do crime teria sido sua ex-companheira, Rosilene Mendes de Azevedo, 35 anos, motivada por ciúmes.

Sarah Chaves, com informações do Deodápolis News – JD1 

No boletim Luiz relata que ouviu um barulho no telhado de madrugada e ao sair na porta da residência viu sua ex-companheira ao lado do seu veículo em chamas. Rosilena fugiu no momento, e apesar da vítima ter corrido atrás mulher por cinco quadras, ela conseguiu se evadir por um matagal.

A vítima afirma não ter visto nada na mão de Rosilene durante todo o trajeto que fez atrás dela, “o local aparentemente não tem câmeras para registrar as imagens do momento”, segundo Luiz.

O casal estava junto desde janeiro época em que Luiz registrou um B.O por lesão corporal dolosa contra Rosilene na qual foi agredido por uma mordida em seu braço desferida por ela, na ocasião optou por não representar em desfavor dela acreditando que não teria mais problemas.

Segundo Luiz, a mulher tem problemas de saúde e ele a ajudava. “Ela é muito ciumenta. Se saía no portão, e passava uma mulher, ela falava: ‘gostou, coloca para dentro de casa’”, relata.

O carro foi verificado e a Polícia Civil vai investigar a autoria do crime. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga.

Facebook Comments