Gaeco busca dois alvos de operação contra fraude em licitação durante pescaria em MS

368

Dois dos alvos da Operação Quinta Geração, deflagrada pelo MP-GO (Ministério Público Estadual de Goiás) foram procurados nesta quinta-feira (27) em Coxim com apoio do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

 – Midia Max

De acordo com a assessoria do órgão, ambos teriam vindo ao Estado para pescar. Os dois estão com mandado de prisão temporária.

A operação tem como objetivo apurar desvios de recursos públicos de mais de R$ 1 milhão de reais na Câmara Municipal de Cachoeira Dourada.

Ação é realizada ainda em três outros municípios de Goiás: Itumbiara, Inaciolândia e Goiatuba. A investigação, que durou aproximadamente quatro meses, foi coordenada pela promotora de Justiça Ana Paula Sousa Fernandes, da promotoria de Cachoeira Dourada, e contou com apoio do Centro de Inteligência (CI) do MP-GO.

São 10 mandados de prisão e 11 de busca e apreensão expedidos pela juíza Laura Ribeiro de Oliveira e cumpridos com auxílio das Polícias Civil e Militar. Participam dela 12 promotores de Justiça, 16 delegados, 53 agentes, 69 policiais militares e 10 servidores do MP, além do apoio operacional do MP-MS.

Durante as investigações, o MP apurou que os desvios vinham ocorrendo desde 2014 no Poder Legislativo de Cachoeira Dourada, por meio de superfaturamento de contratos fictícios e nomeação de servidores fantasmas.

Facebook Comentarios