O Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército Brasileiro a encerrou nona edição da Operação Alta Pressão, atividade que teve por finalidade fiscalizar o comércio, o tráfego e a utilização de armas e munições em empresas cadastradas.

 – Midia Max

Ao todo, foram realizadas 60 fiscalizações, percorrendo aproximadamente 13 mil quilômetros em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Aragarças (GO). As fiscalizações resultaram na apreensão de 9 armas de fogo, cerca de 36.000 munições, 70 armas de pressão e na autuação de sete empresas por não estarem atendendo às legislações vigentes.

As Organizações Militares que compõem o Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados da 9ª Região Militar (SisFPC/9) empregaram 17 equipes, compostas por 63 militares próprios, e apoiados por integrantes da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar dos estados envolvidos, bem como agentes da Policia Federal e da Receita Federal.

“As atividades de fiscalização, realizadas ao longo do ano, visam a promover a adequação e a correção das empresas registradas, quanto ao trato dos Produtos Controlados pelo Exército (PCE), coibindo os possíveis desvios para utilização em atividades ilícitas e colaborando, decisivamente, com o incremento da percepção da segurança pública, perante a sociedade”, disse o Exército Brasileiro em nota.