Corpo é encontrado em estado de decomposição em fazenda de Campo Grande

Um corpo em avançado estado de decomposição foi encontrado no início da tarde desta quinta-feira (30), em uma plantação de milho de uma fazenda na BR-060, saída para Sidrolândia, em Campo Grande. Foi possível identificar apenas que se trata de um homem.

 – Midia Max

A polícia foi acionada por um funcionário, que fazia a colheita no local. A perícia apontou, preliminarmente, que o corpo estivesse entre 10 a 30 dias no local. “Como está há muito tempo no local, pelo estado do corpo, só podemos identificar que é de um homem, mas não sabemos se é idoso ou uma pessoa mais jovem”, disse o delegado Giulliano Carvalho Biacio, da 6ª Delegacia de Polícia Civil.

O caso será registrado como morte a esclarecer, isso porque, segundo a Polícia Civil, não é possível saber se é uma vítima de crime. “O corpo já foi levado ao Imol e pedimos a identificação pelas digitais, também saberemos se há alguma marca de violência”, frisou. No entanto, mesmo com esse pedido, o delegado acredita que só será possível a identificação através do DNA.

Biacio destacou que o corpo pode ser de algum desaparecido. “Se alguém desapareceu nesse intervalo estimado pela perícia, é possível que a pessoa vá tentar fazer reconhecimento no Imol, através das roupas”, finalizou.