A confeiteira Pamela Katerine, 31 anos, é fã assídua do bolo de Santo Antônio, já encontrou seis alianças de bijuteria, mas a sorte veio mesmo quando a aliança de ouro foi encontrada em um pedaço comprado na Paróquia de Santo Antônio, no centro de Campo Grande. Ela destaca sempre participa do evento, mas após encontrar a aliança de ouro ganhou um amor em seis meses.

Dany Nascimento – Top Midia News

“Eu estava solteira, participava sempre do evento, peguei algumas alianças, mas a de outo trouxe um namorado. Em dezembro eu comecei a namorar e fiquei com a aliança guardada, meus dias realmente mudaram, ficaram mais alegres, a aliança trouxe uma diferença grande nos meus dias”, relembra Pamela.

Após dias de glória, Katerine destaca que convivia com uma amiga que apresentava sinais de depressão e teve a ideia de presentear a amiga com o objeto valioso. “Como me trouxe corte, eu queria ajudar minha amiga e dei de presente para ela e foi incrível, os dias dela mudaram”.

Pamela destaca que após ser presenteada, a amiga, que não teve o nome identificado, começou a namorar e se casou. “Ela saiu daquela tristeza que vivia e conseguiu até se casar, a aliança foi uma benção na minha vida e na vida dela”, afirma a confeiteira que encontrou a oitava aliança nesta quinta-feira (13).

Bolo de Santo Antônio

Considerado sucesso entre os católicos, o Bolo de Santo Antônio deste ano possui 25 metros, com 1.200 alianças de bijuteria e um par de aliança de ouro, distribuídas nos pedaços vendidos na Paróquia Santo Antônio nesta quinta-feira (13). Cada pedaço de bolo custa R$ 5 e a expectativa é receber mais de sete mil pessoas no decorrer do dia.

O bolo foi confeccionado por uma equipe de 30 pessoas e agora, conta com mais de 100 voluntários para realizar a venda no salão da paróquia. Além disso, católicos também oferecem mil bombons em forma de boneco de Santo Antônio confeccionado com pasta americana.

Facebook Comments