Os governos do Brasil e Paraguai vão unir esforços para intensificar a vacinação contra o sarampo e a febre amarela. A campanha em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero começa em 16 de setembro.

Adriel Mattos – Correio do Estado

Os ministros da Saúde do Brasil, Luiz Henrique Mandetta, e do Paraguai, Julio Mazzoleni lançarão a campanha que vai até 27 de setembro. O objetivo é ampliar a cobertura vacinal e controlar as doenças na região de fronteira devido ao surgimento de novos casos de sarampo no continente e potenciais surtos de febre amarela em regiões do Brasil.

As vacinas para a população das duas cidades fronteiriças serão ofertadas de forma seletiva, sendo a SRC ou tríplice viral contra sarampo, rubéola e caxumba; e a vacina contra a febre amarela (VFA). A primeira será ministrada em pessoas de 12 meses a menores de 29 anos de idade, com meta de alcançar 95% de cobertura vacinal. Já a imunização contra a febre amarela será destinada a pessoas de nove meses a 59 anos, tendo o objetivo de atingir 100% do público alvo.

Na próxima semana, entre 3 e 4 de setembro, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) irá realizar uma capacitação para os técnicos da Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Porã, para agilizar o registro das doses de vacinas que serão aplicadas no período da ação.

Facebook Comments