Amigas desde a faculdade, médicas criam clínica para atender gestantes e crianças com amor

Foi na faculdade de Medicina na UFMS que Rúbia e Natacha se tornaram amigas. Transferida de Brasília, Rúbia fazia disciplinas com todas as turmas dos semestres, e é na matéria de Técnicas Cirúrgicas que elas têm a primeira lembrança juntas. Sem planejar, por coincidência do destino, anos mais tarde as duas procuravam um lugar para abrir consultório médico, Rúbia na ginecologia e obstetrícia, e Natacha, na pediatria. Assim começou a engatinhar o que hoje é a Nascitá.

INFORME PUBLICITÁRIO – CORREIO DO ESTADO

“Nós fomos abrir consultório na mesma época e foi um acaso. Eu estava procurando, mas não sabia que a Rúbia também estava, e ela não sabia que eu procurava”, conta a pediatra Natacha Dalcomo. “Nós achamos aqui e passamos a dividir a mesma sala. Alugávamos a primeira nesta clínica. Eu atendia num período e ela em outro”, recorda a ginecologista Rúbia Borges Loureiro.

O primeiro endereço foi na Rua Fagundes Varela, onde anos mais tarde elas voltariam abrindo uma clínica multiprofissional completa. De início, começaram aos poucos, sem saber ao certo o que o futuro as reservaria. “Você não sabe como vai ser, porque podia dar supercerto, como não. Mas deu, e a gente viu que foi ficando pequeno”, comenta Natacha.

Elas então procuraram outro local que pudesse abrigá-las em salas separadas. Os primeiros passos da Nascitá, que do italiano significa “nascimento”, começaram ali. “Nós percebemos que tínhamos o mesmo propósito, o mesmo perfil de atendimento e nós queríamos criar uma identidade, um nome pelo qual as pessoas pudessem entender que a Nascitá era toda voltada para a humanização do atendimento”, explica a pediatra.

De personalidades diferentes, mas unidas pela amizade e pela vontade de fazer sempre o melhor e com amor, Rúbia e Natacha se completam, tanto no profissional como na hora de relatar a trajetória delas. A frase que uma diz é complementada pela outra. “A gente tem os mesmos ideais, valores morais e éticos e sempre queremos oferecer o melhor. Isso é uma coisa muito nossa”, fala Rúbia. Juntas, elas estão desconstruindo parte do que aprenderam para dar lugar a uma medicina humanizada. “Estamos unidas em oferecer uma medicina diferente do que a gente aprendeu, principalmente no que envolve parto e assistência ao parto”, afirma Natacha.

Clínica funciona no bairro Jardim São Bento. 

Hoje a Nascitá voltou a atender no primeiro endereço, na Fagundes Varela, onde, num passado não muito distante, elas dividiam apenas uma sala. No entanto, nasceram outras necessidades, de abrigar mais serviços a fim de abraçar as famílias por completo.

“A Nascitá é uma clínica materno-infantil que oferece principalmente o apoio para a mulher nessa fase, nesse ciclo gravídico-puerperal”, diz Rúbia. “O que se traduz em uma clínica na qual a gente oferece amor”, completa Natacha.

Agora, a clínica vai além delas duas e tem como especialidades: psiquiatra, cirurgia plástica, odontopediatria, nutricionista e atendimento psicológico, além de outras três pediatras e três ginecologistas. “O ponto em comum que nos une como equipe e nos norteia a trazer novos parceiros é ter o mesmo perfil que o nosso. A Nascitá busca isso”, assegura Natacha.

Coincidência ou não, todas as profissionais são mulheres. Não que seja um pré-requisito, foi mesmo o acaso. No entanto, o carro-chefe continua sendo a humanização, o amor e a disposição em se preocupar com o outro.

Como uma clínica multiprofissional, a Nascitá também oferece ambulatório de amamentação e escola de parentalidade, por meio de oficinas e palestras para os pais no caminho da disciplina positiva e comunicação não violenta.

“Também temos uma psicóloga que faz um grupo transformando mulheres em mães. Então, tentamos abranger todas as fases e vamos ampliando cada vez mais, para que todo mundo fique bem assistido”, ressalta Rúbia.

Coloridas, salas trazem o lúdico para acolher os pequenos.

Outro diferencial está nas portas abertas aos sábados com pediatras, para consultas agendadas. “Há mães que trabalham e estão voltando da licença-maternidade e têm de se reafirmar profissionalmente. Para elas, também é difícil ficar um período fora, tem muita pressão no trabalho; então, sábado de manhã elas vêm para fazer este acompanhamento mensal”, explica a pediatra.

Pensando na facilidade para as famílias, a clínica também oferece teste da orelhinha com uma fonoaudióloga, posto de coleta de vacina e atendimento para coleta de exames laboratoriais. “Eu percebi que a vida é muito corrida para perder um período inteiro para levar o filho ao dentista, depois laboratório. Meu sonho como mãe era um lugar onde eu pudesse resolver tudo: dentista, vacina, a consulta em si. E foi isso que a gente tentou criar”, resume a médica Natacha.

A Nascitá atende na Rua Fagundes Varela, 9, no Bairro Jardim São Bento, de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 11h30min. A clínica trabalha com os convênios: Unimed, Cassems, IMPCG, Bradesco e UFMS. Os telefones para contato são: (67) 4042-1016 e 98471-8147. Acompanhe a clínica pelas redes sociais, no Instagram e no Facebook.

Além de espaço interno para crianças brincarem, a Nascitá também tem um parquinho na área externa para divertir pacientes.
Facebook Comments